segunda-feira, maio 20, 2024
More
    InícioBrasilApós suposta incitação a violência contra pessoas LGBTQIA+, Ministério Público investiga Pastor...

    Após suposta incitação a violência contra pessoas LGBTQIA+, Ministério Público investiga Pastor André Valadão

    Em discurso durante um culto na Igreja Batista de Lagoinha, nos Estados Unidos, André Valadão fez declarações homotransfóbicas

    O Pastor André Valadão está sendo alvo de investigação pelo Ministério Público Federal (MPF) devido a declarações homofóbicas feitas durante um culto na Igreja Batista de Lagoinha, em Orlando, nos Estados Unidos. O procurador regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) no Acre, Lucas Costa Almeida Dias, será responsável pelo procedimento.

    As declarações do pastor, que repreendeu a união civil entre pessoas do mesmo sexo, provocaram reações e levaram o MPF a tomar essa medida. Em seu discurso, ele criticou a aceitação do casamento entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que isso levou à exposição de órgãos genitais em desfiles e danças públicas, e insinuou que Deus desejaria eliminar a comunidade LGBTQIA+.

    Em vídeos que circulam pela internet, Valadão teria feito incitações à violência contra a comunidade LGBTQIA+, levantando preocupações sobre a promoção do ódio e da discriminação. A união civil entre pessoas do mesmo sexo foi reconhecida como legal pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2011, e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estabeleceu que os cartórios do país devem celebrar casamentos entre pessoas do mesmo gênero.

    Além disso, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) também abriu um inquérito para apurar se o pastor cometeu crime de homotransfobia durante um culto realizado no mês do Orgulho LGBTQIA+, intitulado “Deus Odeia o Orgulho”. A investigação foi iniciada após uma representação feita pela deputada Erika Hilton (PSOL-SP).

    Após receber críticas e até mesmo pedidos de prisão, o pastor Valadão se pronunciou, justificando que suas declarações não se tratavam de incitação à violência ou discriminação, mas sim de um chamado para que as pessoas voltem à essência da fé. Ele enfatizou que não se trata de matar pessoas, mas sim de buscar um recomeço espiritual e viver de acordo com as leis de Deus.

    Neste contexto, é importante ressaltar que as investigações em curso buscarão determinar se houve a prática de algum crime por parte do Pastor André Valadão. Até que as investigações sejam concluídas e um julgamento seja realizado, é necessário aguardar os desdobramentos legais do caso.

    Entenda o caso:

    Vídeo: Band Jornalismo

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Últimas Notícias