segunda-feira, maio 27, 2024
More
    InícioDestaquesJavier Milei toma posse como presidente da Argentina

    Javier Milei toma posse como presidente da Argentina

    Javier Milei toma posse como presidente da Argentina neste domingo (10), após os ritos formais de transição de governo no plenário do Congresso, ele quebrou o protocolo ao optar por não dirigir seu discurso aos parlamentares, fazendo-o, em vez disso, na área externa, voltado para a população.

    A cerimônia no Congresso Nacional começou por volta das 11h15, sem a presença de Milei, e foi conduzida pela presidente do Senado, Cristina Kirchner. O novo mandatário foi declarado presidente do país às 11h20 da manhã.

    Por volta das 11h45, Milei chegou ao local após ter desfilado em carro por diversas ruas da capital argentina, sendo saudado por eleitores e acompanhado de sua irmã, Karina Milei.

    Ao chegar à cerimônia de posse, Milei assinou um livro de presenças, e, na sequência, fez um juramento. “Juro por estes santos evangelhos desempenhar com patriotismo o cargo de presidente da Argentina e observar fielmente o que determina a constituição da Argentina”.

    O então presidente Alberto Fernandez passou a faixa presidencial para Milei e também o bastão, símbolo de poder e tradicional na liturgia de passagem de governo argentino.

    Após juramento e um coquetel para convidados, na Casa Rosada, o encerramento da posse deve ocorrer no Teatro Colón. No local, Javier Milei e seus convidados acompanharão uma apresentação artística.

    O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi convidado para a cerimônia, mas acabou enviando o chanceler Mauro Vieira para representá-lo.

    Outros presidentes confirmaram presença na cerimonia 

    O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acompanhou a cerimônia e foi um dos primeiros a cumprimentar Javier Milei logo após o ultraliberal tomar posse como presidente da Argentina. Os dois se abraçaram no Congresso.

    Outro chefe de governo que acompanhou a posse foi o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán.

    O ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, também acompanhou o evento. Ele foi para a Argentina acompanhado do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas; Jorginho Mello, governador de Santa Catarina e Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro.

    Siga nossas redes sociais Instagram  e Facebook

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Últimas Notícias