terça-feira, julho 16, 2024
More
    InícioAmazonasDeslizamento de terra em Beruri deixa um morto e 200 desabrigados

    Deslizamento de terra em Beruri deixa um morto e 200 desabrigados

    Pelo menos uma pessoa morreu, 10 ficaram feridas e quatro são consideradas desaparecidas depois que um deslizamento de terra atingiu a comunidade do Arumã, em Beruri, no interior do Amazonas, no início da noite de sábado (30).

    De acordo com o Corpo de Bombeiros, mergulhadores e especialistas habilitados para resgate em áreas colapsadas foram enviados para o local.

    De acordo com dados do órgão, o desastre natural, conhecido na região como “terras caídas”, atingiu mais de 40 residências e afetou cerca de 200 pessoas. O fenômeno consiste no deslizamento de barrancos que ficam nas margens dos rios, principalmente no período de seca.

    Segundo a Polícia Militar que atua no levantamento de dados junto com a Defesa Civil Municipal, escola, igrejas, posto médico e um espaço para eventos foram também foram destruídos.

    “Praticamente, a vila toda foi varrida do mapa”, disse um sargento da Polícia Militar ao g1.

    Segundo o Tenente Carreira, os moradores fugiram para dentro da floresta ao perceberem o desbarrancamento.

    “Tiveram moradores que foram resgatados depois de um percurso de uma hora dentro da mata. Eles disseram que quando começou desbarrancar alguns chegaram a chamar até de terremoto e a cada estrondo que ouviam corriam ainda mais mata a dentro”, disse o tenente.

    Ainda segundo a PM, a vítima encontrada morta seria um menino de 7 anos, o corpo dele foi resgatado no rio. Uma irmã dele, de 17 anos, está entre os desaparecidos.

    Entre as pessoas que estão desaparecidas, três estariam soterradas e uma pessoa no rio, conforme os Bombeiros. Já os feridos, a maioria apresentaram quadro de crise hipertensiva e uma pessoa está com suspeita de fratura.

    O governo estadual informou que policiais militares e agentes da Defesa Civil estadual, que atuam em Beruri, foram encaminhados ainda na noite de sábado até o local para iniciar os atendimentos aos moradores afetados.

    O governo informou, ainda, que por questões logísticas que impedem o pouso de aeronaves à noite no município, que fica a 173 quilômetros de Manaus, o reforço das equipes de busca, resgate e assistência social chegaram na tarde deste domingo.

    Força-tarefa

    Na manhã deste domingo (1º), cerca de 30 profissionais de diversos órgãos do Estado seguiram para a localidade, saindo de Manacapuru e Manaus, respectivamente.

    Além da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, a força-tarefa é composta por profissionais das Secretarias de Estado de Assistência Social (Seas), Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), de Saúde (SES), Meio Ambiente (Sema), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e Instituto Médico Legal (IML).

    O subtenente Emerson Silva, responsável pela 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros de Manacapuru, explicou que a equipe montou uma base na Comunidade São Lázaro, que fica ao lado do local atingido, para coordenar os atendimentos.

    Apoio humanitário

    A Secretária de Meio Ambiente também está dando apoio humanitário à comunidade Arumã, localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Piagaçu Purus.

    O órgão vai entregar 150 cestas básicas, 150 kits de higiene pessoal, 100 garrafões de água de 20 litros e 180 frangos aos moradores, adquiridos com apoio do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), do Ministério do Meio Ambiente e Mudança Climática.

    Solidariedade

    Em nota, o governador Wilson Lima e a Prefeitura de Beruri lamentaram o ocorrido na comunidade do Arumã. Veja as declarações abaixo.

    “Quero prestar minha solidariedade aos familiares das vítimas do desbarrancamento. Determinei total apoio nas buscas pelos desaparecidos e assistência aos moradores afetados pelo ocorrido. Nossas equipes estaduais estão em campo para fazer o que for preciso e dar todo o suporte necessário aos moradores da comunidade”, disse Wilson Lima.

    “Vamos trabalhar incansavelmente para garantir que todas as vítimas recebam as devidas assistências, bem como identificar as causas dessa tragédia e tomar as medidas necessárias para evitar que algo semelhante ocorra no futuro”, publicou a Prefeitura de Beruri nas redes socais

    Siga nossas redes sociais Instagram  e Facebook

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Últimas Notícias